ABC dos Felinos: Vacinas importantes para os gatos

Vacinas importantes para os gatos



Quem leva um animalzinho de estimação para casa precisa ficar de olho nas vacinas que ele deve receber para que fique protegido contra as mais comuns e agressivas doenças que podem o acometer.

No caso dos gatos, portanto, administrar a vacinação correta se torna fundamental, já que, por serem animais extremamente curiosos e independentes, não é incomum que (mesmo sendo domésticos) acabem nas ruas para explorar novos territórios. Assim, podem entrar em contato com uma série de doenças e complicações que trazem perigo à saúde.

Porém, se engana quem acredita que somente os bichanos que, de alguma forma, conseguem acesso às ruas devem estar protegidos contra os problemas mais comuns e graves do mundo felino, já que, ao entrar em contato com a rua, os próprios donos do animal (seja ele da raça que for) também podem acabar levando para casa uma série de vírus e bactérias, que são capazes de infectar o animal mesmo sem que ele tenha saído de casa.

A seguir, fique por dentro de quais são as vacinas mais importantes para que um felino viva com saúde e longe de doenças:

Vacina polivalente

A vacina polivalente (ou V4), que deve ser renovada anualmente, é responsável pela proteção do animal contra quatro das cinco doenças mais comuns e perigosas no mundo felino:

Panleucopenia: Transmitida pelo contato com animais ou objetos que levem o vírus da doença (que é extremamente contagiosa), a panleucopenia pode causar desde a falta de coordenação do animal até episódios de vômitos, febre e diarreia. Isso causa baixas nas células de defesa do felino e deixa mais suscetível a outras doenças que podem acabar o levando à morte.

Calicivirose: Afeta toda a parte respiratória e a mucosa oral dos gatos. A doença é uma espécie de gripe felina, que tem a úlcera na cavidade oral com um de seus principais sintomas. Facilitando o surgimento de novas infecções e do desenvolvimento de uma pneumonia, a doença pode ser muito agressiva e levar o bichano ao óbito.

Rinotraqueíte: Fatal para 60% dos filhotes contaminados, a rinotraqueíte é muito contagiosa e causada pelo herpesvírus, provocando sintomas que vão desde espirros e conjuntivite até falta de apetite, febre e secreções nasais.

Clamidiose: causada por microorganismos intracelulares, essa doença é uma espécie de mistura da conjuntivite com a rinite, provocando sintomas que incluem espirros, febre e secreções oculares.

Vacina antirrábica

Fundamental para cães e gatos, a vacina antirrábica é a solução para o fatal problema da raiva, que pode ser transmitida tanto por meio da saliva de animais infectados como pela mordida de morcegos que se alimentam de sangue (hematófagos). Além de poder ser transmitida para os seres humanos, a raiva é uma doença que não tem cura nos animais e que provoca uma morte rápida e sofrida nos pets afetados.

Fonte: Terra
Foto: ABC dos Felinos
Página anterior Próxima página
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...